[RESENHA] A Caminho do Altar – Os Bridgertons #8, de Julia Quinn

Bem, nem consigo encontrar palavras para dizer a vocês o quanto estou triste por esta série ter chegado ao fim. Por isso escrevi esta resenha me sentindo órfã. Pois ainda me recordo dos risos, das lágrimas e, por que não, das gargalhadas dos livros anteriores. Acho que nunca vou superar o fim dessa série… 😦

9788580415735
Romance de Época|| A Caminho do Altar|| Julia Quinn|| Editora: Arqueiro|| Páginas: 320|| Classificação: 5/5

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

E hoje, Dia dos Namorados ❤ eu não poderia trazer resenha melhor, né non? Feliz dia dos Namorados, meus amores! E para aquele(a)s que não tem um namorado@ Feliz dia dos Namorados também. O impostante é ser feliz, minha gente! ❤

Gregory Bridgerton é o filho mais novo de Violet, sonha em encontra o amor verdadeiro e tinha certeza que quando olhasse para uma mulher ele saberia se ela seria a futura mãe de seus filhos e a que estaria para sempre ao seu lado.  E não é que isso realmente aconteceu… Ao olhar para Hermione Watson, Gregory sentiu aquele êxtase, aquela paixão desenfreada. Ele só não conseguia entender por que ela não sentia o mesmo que ele. Ah, mas ele iria descobrir! Pois não é toda vez que se tem a sorte de encontrar seu par ideal…

Ela devia saber que era errado.Ela era Dele, Os dois deviam ficar juntos (1)

Pode-se dizer que Lady Lucinda nunca foi uma romântica, nunca se deixou levar pelos arroubos de uma paixão, ela era extremamente racional. Porém ao ouvir os incessantes suspiros de sua amiga Hermione pelo secretário de seu pai a fazia se perguntar se o problema não era com ela. A amiga sempre teve os homens aos seus pés, eram todos bajuladores, chegava a ser irritante. Ao que tudo indicava, Gregory Bridgerton era um desses homens, no entanto, Lucinda simpatizou com ele e se propôs ajudá-lo na difícil missão de tirar o Sr. Edmonds do coração de Hermione. O que ela não esperava, era que ao ajudar esse jovem casal começasse a questionar sobre o seu futuro…

Continuar lendo

Anúncios