[RESENHA] Ligeiramente Casados – Os Bedwyns #1, de Mary Balogh

Acredito que vocês já devem saber da minha paixão por romances de época. Isso explica a minha inclinação em comprar qualquer livro que a Editora Arqueiro lance desse gênero. Então quando eu soube que a série “Os Bedwyns” seria lançada pela editora, não hesitei em começar minha mais nova coleção.

ligeiramente-casados
Romance de Época|| Ligeiramente Casados|| Mary Balogh|| Editora: Arqueiro|| Páginas: 288|| Classificação: 5/5

Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse “Custe o que custar!”. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela… a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados. Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São quatro irmãos e duas irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página. 

Aidan Bedwyn é um coronel do exército que tem a honra como seu lema. Quando ele encontra o capitão Percival Morris a beira da morte, o qual cobra uma antiga dívida, o coronel se esforça o máximo para cumprir o último desejo do capitão. Após anos combatendo na guerra contra a tirania de Napoleão Bonaparte, Aidan procura Eve Morris para lhe dar a triste notícia da morte de seu irmão e oferecer sua ajuda para a moça. O que ele não esperava era se deparar com uma mulher impetuosa, orgulhosa e determinada a não aceitar ajuda do coronel e muito menos deixar que ele descubra que a morte do irmão não ocasionou apenas dor, mas também a deixou em apuros…

“Ainda assim, a Srta. Morris mentira para ele. Aidan ficou aborrecido. Ela poderia ao menos ter lhe contado que estava prestes a perder a propriedade. Só que ela não lhe devia essa explicação, admitiu Aidan com um suspiro silencioso. Aliás, a Srta. Morris não lhe devia nada. O débito estava todo do outro lado.”

Eve Morris é uma adorável moça do campo que sempre ajuda os mais necessitados. Ela só não esperava receber a triste notícia da morte de seu irmão, ainda mais por um militar de alta patente como o lorde Aidan Bedwyn. Porém, toda a dor sentida pela perda do irmão se intensifica quando ela percebe o risco de perder o Solar Ringwood e com isso a impossibilidade de continuar ajudando todas as pessoas que dependem dela. A única saída para escapar de tal infortúnio é o casamento, no entanto, faltando apenas quatro dias para o seu primo tomar conta do lugar, ela não tem ninguém para lhe ajudar, a não ser lorde Aidan, que já lhe ofereceu ajuda. Para não perder sua propriedade ela resolve sacrificar sua liberdade se casando com ele.

“Eve fez uma reverência. Então algo estranho, aterrorizante e totalmente inesperado aconteceu antes que ele pudesse voltar a falar. Ao olhar para a aparência elegante e imaculada do coronel e pensar nele como seu noivo, ela sentiu uma onda de puro desejo físico descer por seus seios, por seu abdômen, até a parte interna de suas coxas.”

A primeira impressão que eu tive ao começar a ler Ligeiramente Casados era de que eu estava entrando em terreno desconhecido, mas vocês devem estar se perguntando: por que, Malu? Bem, porque me deparei com ambientações e costumes londrinos diferentes dos outros romances de época que já li. Mary Balogh trouxe detalhes ao romance, nunca antes notado por mim em outros. E só posso dizer a vocês que ela se revelou uma autora audaciosa, pois ao inserir detalhes diferenciados ela deu um toque a mais em sua narrativa, o que acaba ocasionando a curiosidade do leitor e foi exatamente isso que ocorreu comigo. Esse toque a mais me deixou extremamente extasiada. ❤

Não vai mais me ver depois de manhã… 

De qualquer modo, não estarei aqui para me importar…

Sim, com certeza corações podiam ser partidos. E, dentro de um dia, com certeza era o que aconteceria com o dela.”

Narrado em terceira pessoa e alternando os pontos de vistas entre Eve e Aidan o enredo nos proporciona pitadas de drama, de humor e, claro, de amor na medida certa. Ao longo da leitura vamos entendendo as razões de Aidan ser tão teimoso, inflexível. Bem como o motivo dele ser um homem que preza a honra acima de tudo. Também vamos conhecendo mais sobre a Eve, que cada vez mais demonstra ser uma mulher de fibra o que nos deixa cada vez mais encantadas. Devo dizer a vocês que concluí minha leitura com uma sensação gostosa. Exposto isso só posso afirmar a vocês que desejo conhecer cada vez mais o restante da família Bedwyn. 😉

Beijos.

Anúncios

2 comentários sobre “[RESENHA] Ligeiramente Casados – Os Bedwyns #1, de Mary Balogh

  1. Oii Malu querida!!
    Faz tempo que eu não passo por aqui!
    Essa série estou querendo ler desde o tempo que eu conheço ela, e faz mto tempo, mas você sabe como são os leitores, sem tempo e muitos livros… Tenho os livros no meu leitor digital, e assim q tiver a oportunidade eu vou ler… Gostei de saber que esse romance é diferente dos outros, fiquei curiosa!
    Beijinhos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oh, Leisi! Entendo muito bem que nem sempre temos tempo de visitar os blogs dos amigos. Mas fico feliz que você tenha tido a oportunidade de visitar o meu. Agradeço imensamente por isso.
      Sabes que adoro romance de época né? Então, não poderia deixar de ter essa série em minha estante ❤ E posso dizer que não me arrependi. rsrsrs
      Beijinhos, linda!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s